segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Lorne, um destino para todos os gostos!

Cacatoas na palma da mão!

Um dos vários cafés charmosos...

Piqueniques, trilhas e um marzão para todos!

Feeling a bit lost?

As pedras e o mar!

O azul e o verde, em medidas iguais!

Um píer e muitas trilhas!

Tramway Track, para ver o encontro do rio com o mar!

O visual compensa a caminhada!

 
Situada entre as curvas sinuosas da mais famosa estrada da Austrália, a Great Ocean Road, fica a pequena Lorne. Cidade de mar e montanha, ela é uma mistura de Itatiaia - cheia de trilhas e cachoeiras, Campos do Jordão – com seu centrinho charmoso e animado, e da Juréia, no litoral norte de São Paulo, pela quantidade de mata ao redor da praia. O resultado é único. Único e plural.
 
Algumas das múltiplas opções de entretenimento que a praia oferece são lagartixar ao sol em suas areias fofas, nadar - com sorte entre golfinhos - surfar em ondas radicais, andar de bike e de caiaque, velejar, pescar no píer ou nas pedras dramáticas da encosta, percorrer trilhas na mata, curtir um jantarzinho romântico à luz de velas em frente à praia, ou mesmo  fazer um break no longo caminho entre Melbourne e os 12 Apóstolos, o cartão postal mais famoso de Victoria.


Próximo ao excelente centro de informações e de diversos pequenos cafés e restaurantes de Lorne, fica a base do Great Otway National Park, um santuário ecológico habitado por animais selvagens, como coalas, equidnas e muitos pássaros exóticos, camuflados na densa vegetação que margeia rios e cachoeiras.  Há trilhas de uma a quatro horas de duração, para os mais aventureiros. Um riacho bem próximo à entrada do parque é um reduto de patos e cacatoas esfomeadas que vêem comer na mão de quem estiver disposto a levar umas bicadas, para interagir com os verdadeiros donos da terra.

Para quem gosta de caminhar na mata, mas prefere costear o oceano, vale percorrer a Tramway Track, uma trilha de 3 kms (ida e volta), que sai da Great Ocean Road e contorna uma pequena montanha, paralela à praia, até chegar ao George River, no ponto onde suas águas se encontram com as do mar. Apesar de ser um pouco íngreme e em meio a uma mata bem fechada, a trilha é segura e possibilita belas vistas de Lorne.


Um dia pode ser o suficiente para degustar um pouco da graça de Lorne. Mas para desfrutar de verdade do lugar, talvez um final de semana inteiro, para perder a hora apreciando a paisagem, dê conta de saciar o apetite dos mais aventureiros, ou românticos, ou mochileiros...

*Para chegar à Lorne de carro, basta seguir pela maravilhosa Great Ocean Road. Passando Anglesea e Aireys Inlet, é a primeira praia. Por transporte público, é preciso pegar um trem para Geelong na Southern Cross Station, em Melbourne e tomar o ônibus número 1, que parte da própria estação, com destino à Worrnambool. No total, a viagem leva quase 3 horas, mas a vista é tão linda, que mesmo que levasse 10 horas, não cansaria. 

2 comentários:

Turquezza disse...

Paisagens fascinantes !!!! Amei !!!!!
Beijos.

Marina disse...

De fato, esse país só tem paisagens fascinantes Turquezza! Vc vai ver em breve...

Beijos!