quarta-feira, 7 de setembro de 2011

A volta ao ponto de partida!

Oroboro aborígene, o eterno retorno

Mais um ciclo termina. Mais um se inicia.

Esta é a terceira vez que me despeço em um blog. A primeira, em 25 de março de 2009 e a segunda, em dois de dezembro de 2010; duas ocasiões em que morei na Inglaterra. E hoje, sete de setembro de 2011, eu me despeço pela terceira, mas talvez não pela última, vez.
 
Na primeira semana em que eu e o Mário chegamos à Melbourne, nos hospedamos na homestay de uma brasileira, pegamos entre 10 e 20 graus e dias lindos de sol. Depois de passarmos o outono e o inverno inteiro debaixo de edredon e guarda-chuvas, nesta última semana aqui o clima voltou a ser exatamente igual ao do começo. E na última noite na cidade, eu e o Mário vamos dormir novamente na homestay da brasileira que nos hospedou no início. É a volta ao ponto de partida.


Nesse tempo todo que passamos aqui, pela terceira vez na vida tivemos o privilégio de conhecer pessoas e lugares, nos conhecemos mais e um ao outro também. Revisitamos conceitos, redescobrimos pequenos prazeres, grande prazeres e relembramos pela terceira vez, da falta que nos fazem família, amigos, nossos bichos, nossos temperos, nosso dinheiro. Relembramos também a falta que não fazem algumas pessoas, preocupações e a rotina.
 
Pela terceira vez estamos voltando para casa. A bagagem é maior, a consciência das coisas também. Um lar definitivo não espera por nós mais uma vez, e de novo emprego e carros também não. É a chance de um recomeço, no fim de mais uma jornada.
 

No sábado cedo embarcamos para o Brasil, onde a viagem começou. E chegamos após mais de 20 horas de vôo, na contramão do fuso, à luz do dia, no próprio sábado. Tudo conspira nesse encontro de opostos, para um encontro de iguais. A imagem que fica para mim da estada na Austrália é a de que percorremos um círculo, cumprimos um ciclo, como um oroboro, que simboliza a evolução, a continuidade, o eterno retorno.

Voltaremos para o mesmo lugar, conviveremos com as mesmas pessoas, teremos possivelmente a mesma rotina que tínhamos quando partimos. Mas seremos outros. Nosso retorno encerra nosso terceiro ciclo de peregrinação cigana pelo mundo e inaugura um quarto ciclo, que estou ansiosa para receber, quando pisar no meu velho e bom país, de onde parti há sete meses e para onde pretendo sempre retornar.
Com a certeza de que o mundo dá voltas e que nas suas esquinas elípticas tudo pode acontecer, eu me despeço daqueles que passearam pelo blog. Nos vemos por aí, porque ocasião não há de faltar!

6 comentários:

Turquezza disse...

Marina! Este blog vai deixar saudades rsrs
Mas a vida é formada de ciclos e nós escolhemos o início e o término de cada um.
O mais importante, que eu acho, é ser feliz, estar feliz ............
Bem vinda à terrinha.
Foi muito bom estar aqui!
Se quiser passear pelo meu blog fique à vontade:
http://turquezzavariedade.blogspot.com
Tem de tudo um pouco.
Muitas felicidades para vocês. Bom retorno.
Até a próxima.
Beijos.

Anônimo disse...

Ma, foi uma longa viagem, um caminho sem volta enquanto jornada de vida. Sim, vocês certamente sáo outros, diferentes dos que partiram daqui naquela tarde quente de março. Cada dia deve ter sido dia de descobrimento, de conquista, de superaçao. Por tudo o que passaram, por tudo que viram e sentiram, bem aventurados sejam.
Porque a vida é samsara, e vocês foram grandes protagonistas desse espetáculo. Belo show vocês nos deram! Bravo! Beijos! Mae.

Marina disse...

Turquezza, é isso mesmo, esse ciclo a gente escolheu. E foi feliz! Obrigada pelas boas-vindas! Seu blog é sempre um passeio muito agradável! Nos vemos por lá!
Boa viagem à Austrália!
Beijo

Marina disse...

Mãe, o Samsara pode ser ótimo, divino até, mas uma hora cansa. Precisamos um pouco da inércia agora! rsrs

Nos vemos em breve!

Beijos

Gustavo Neves disse...

Boa viagem!!

Olha só, uma dúvida: vai pintar uma oportunidade de viajar pra Austrália (uma cidade perto de Melbourne se não me engano). Uma amiga minha vai passar 6 meses lá e ela nos convidou pra passar uns dias. Só que a grana tá curta e os vôos pra lá costumam ser bem salgados. Alguma dica de onde eu consigo preços decentes ou algum tipo de desconto?

Valeu!
checkinpelomundo.blogspot.com

Marina disse...

Olá Gustavo! Sim, a agência Austrália Brasil tem todas as cotações de cias aéreas que voam pra Austrália, inclusive as promos. Quando eu fui, a tarifa melhor era da Qantas, mas varia...

Aqui vai o link: http://www.australiabrasil.com.br/passagens-para-australia.php

Boa sorte!!